Olá, continuando nosso assunto 5CCC Congresso dos 5 Continentes, em Barcelona, vou contar para vocês o que tem dominado as discussões sobre rejuvenescimento facial, beleza, tratamento dermatológico. A máxima é a naturalidade, nada de excessos que evidenciam procedimentos estéticos, aqueles rostos que denunciam que foram preenchidos de maneira exagerada, muitas vezes parecendo até caricaturas e inspiração para filmes de comédia.

Quanto mais natural, melhor, o que não significa a ausência de utilização de substâncias como preenchedores. Ao contrário, a aplicação individualizada pelo médico requer estudo constante até mesmo de matemática, afinal o rosto é formado por traços, ângulos, geometrias. Quem me acompanha nas redes sociais, sabe que fico por horas desenhando até mesmo para estudar os traços das pessoas, perceber personalidades, nuances e autenticidade.

A associação de ácido hialurônico (preenchimentos e MD Codes) com PRP, que é o Plasma Rico em Plaquetas, cujo estudo vem se tornando mais frequente na ultima década, foi destaque nas apresentações por oferecer bons e duradouros resultados, com utilização de menor volume. Importantíssimo respeitar a estrutura facial de homens e mulheres, pois cada um possui um biotipo. Um lábio bem tratado, por exemplo, jamais deve aparentar que foi tratado.

A toxina botulínica, amplamente usada para tratar rugas, linhas de expressão, hiperidrose, dores de cabeça, foi tema de painel sobre queda capilar. Isso mesmo, pesquisadores acreditam que ela possa ser usada no couro cabeludo. A descoberta foi feita pelo Dr. Simon Ourian, na Califórnia, quando aplicava o produto em sua mãe para o tratamento de dor de cabeça. No entanto, ela também estava perdendo cabelo devido a um tratamento de quimioterapia e no local da cabeça em que as injeções de toxina botulínica foram aplicadas o cabelo voltou a crescer. Depois disso os médicos testaram um grupo de voluntários durante três anos que conseguiram melhores resultados acrescentando uma combinação de vitaminas. No Congresso, mais estudos sobre essa abordagem revelou-a como alternativa de tratamento. Interessante, né?

Já sobre o assunto corpo, fiquei muito feliz em acompanhar os resultados do X-Body, tecnologia que faz parte dos nossos equipamentos para tratamentos estéticos. A eletroestimulação que o aparelho propicia atua na elevação do bumbum, consequentemente, o volume também se acentua, e o melhor, de maneira segura e natural, sem ser invasivo e com retorno imediato às atividades. O resultado é um corpo tonificado, trabalhado no aspecto muscular e no quesito flacidez. Mas gente, é preciso combinar que a alimentação equilibrada vai fazer parte da rotina, né?!

E sobre combinação, destaco também a associação de tecnologias, como lasers, radiofrequência, ultrassom micro e macrofocado, para otimizar os resultados associados aos bioestimuladores, uma outra forte tendência nas discussões sobre tratamentos da pele. Os bioestimuladores do colágeno são substâncias biocompatíveis e biorreabsorvíveis, quando aplicadas na pele produz reação inflamatória que estimula o aumento na produção das fibras de colágeno. O tratamento é injetável e pode ser realizado na face, abdome, glúteo, braços e pernas com o objetivo de melhorar a flacidez e a firmeza da pele.

Atualmente os dois principais produtos utilizados são o Sculptra e o Radiesse, o primeiro feito de ácido L-polilático, uma substância sintética absorvida pelo organismo que não causa efeitos secundários e o segundo possui partículas sólidas de hidroxiapatita de cálcio (substância já existente em nosso organismo), com superfície lisa e tamanho controlado, cuja peculiaridade é promover a estimulação tecidual resultando em neocolagenese (acréscimo de colágeno), melhorando não apenas a volumetria da região tratada, mas também a qualidade da pele.

Depois de tantas boas notícias, procure seu dermatologista e saiba qual o melhor tratamento para você!

Gostou do conteúdo? Inscreva-se abaixo para receber as notificações em seu e-mail.



Fique por dentro das novidades e promoções

 

 

PARTICIPE E COMENTE


 

 

VEJA TAMBÉM